OS- Instalando Arch Linux no Raspberry pi 2 & 3- Guia iniciante básico – parte I.

archlinux-vertical

Meus GRANDES AMIGOS  , tudo na santa paz? É esse começo de ano, promete viu , muitas novidades no ar ….

E nada como começar o ano com um novo Sistema Operacional  nas nossas plaquinhas, e o escolhido do momento foi o Arch Linux.

O Arch (para os íntimos) foi inicialmente desenvolvido por um canadense e guitarista amador o Judd Vinet (J.V), tendo a sua primeira versão lançada em 11 de março de 2011(dados oficiais www.archlinux.org). O sistema foi inspirado pelo Slackware(outra versão gnu-linux), BSD ,PLD linux e CRUX. Naquela época a instalação de aplicativos (programas de computador) era toda realizada no “braço” e foi ai que o nosso jovem guitarrista Judd V, teve a grande sacada de criar um gerenciador para instalar, remover e atualizar o sistema. Depois disso tudo J.V resolveu tocar uma guitarra e passou a bola pro Aaron Griffi, programador americano que faz a curadoria do Arch até os dias de hoje, amém.

O Arch Linux é muito poderoso pois com ele você pode configurar o seu sistemas para tarefas específicas como apenas ligar um led, servidor de e-mail, ou mesmo um completo Desktop. O Arch pode ser todo personalizado sendo o céu o limite. Pra mim e grande maioria de seus usuários a grande força do Arch esta na sua comunidade que é bem ativa e consegue resolver praticamente todos os pepinos em um tempo hábil. Além disso tudo o pacman (gerenciador de pacotes) é muito bom.

Por ser totalmente personalizável o Arch Linux consegue rodar em praticamente qualquer hardware.

Bom vamos então começar meninas e meninos.

Segue abaixo a receitinha de como fazer a instalação do Arch Linux , utilizando o Ubuntu ou outra versão do Linux que já tiver instalada ai no teu pc e também como fazer o procedimento no Windows ( MICRO$OFT).

Usuários Windows .

1- Instalar o USBwriter ou o Win32 Disk

2- Fazer o Download da Imagem do Arch Linux para o seu Raspberry Pi (Imagem é a mesma para o Rasp 2 e 3).

Link Download Raspberry Pi – 2 e 3

Ps: Apesar da raspberry pi 3 ter uma arquitetura nativa de 64 bits com seu processador quad-core Cortex A-53 ela só tem 1gb de ram sendo inferior ao necessário de 4gb pra utilizar todo esse poder que um quad-core A-53 produz. Mas caso meu amiguinho seja fã de um sistema 64 bits aqui vai um LINK pra você ( não recomendo esse link de jeito nenhum).

3- Formate adequadamente seu cartão de memória utilizando fat32. O ideal é usar um cartão de 8gb mas acima de 2 gb o ArchLinux já roda de boa.

4-  Execute o USBwriter ou Win32Disk e instale a imagem no seu cartão de memória.

5- Insira seu cartão sd no Raspberry Pi , aplique 5v de potência(liga a fonte na tomada), ligue o cabo de rede e seja feliz

6- Usuários e senhas, por princípio o Arch Linux vem com dois usuários o nosso querido root e o alarm, segue abaixo :

Usuario = alarm         Usuário = root

Senha = alarm            Senha = root

Bom se você meu amigo achou fácil e seguiu direitinho esse tutorial não terá problemas em rodar seu ArchLinux no modo TXT.

-Peraí, Tio? Texto?

-Sim meus amigos o ArchLinux não vem com interface gráfica instalada, cabendo a você SUPER AMIGO, a configuração e instalação.

– Mas não se desespere o nosso próximo post será sobre isso .Aguarde.

 

Usuários Linux.

Opa meu amigo usuário Gnu-Linux. Segue o super tutorial de como fazer a instalação no Raspberry Pi 2 e 3 pra vocês aqui embaixo.

1- Plugue  o cartão de memória a ser instalado o Arch Linux

2- Abra o terminal, se estiver usando o Ubuntu use a tecla de atalho CTRL+ALT+T.

3- Ache o seu cartão de memória com o comando.

\> lslbk ( seu cartão sd deve aparecer lá).

4- Inicie o fdisk

\> fdisk /dev/sdX (X substitua pelas informações obtidas no comando anterior , onde X é seu cartão SD, muito cuidado para não fazer bagunçinha com seu hd viu …)

4.1- Dentro ainda do fdisk digitem os seguintes comandos, nessa ordem:

Digite o .(Apaga tudo que estiver no cartão Sd)

Digite p .(Lista as partições,apenas pra confirmar que apagou tudo…)

Digite n .(nova partição, irá aparecer um menu). Digite p depois 1 e pressione ENTER para aceitar o DEFAULT e então digite

     +100M como último sector do disco.

Digite t, depois c (primeira partição irá virar W95 FAT 32 (LBA)).

Digite n, depois p para partição primária , 2 para segunda partição e aperte ENTER duas vezes para default e last sector.

Digite w (escreve todos esses comandos no cartão sd e sai do fdisk).

5- Criando e montando as partições

Agora vamos criar as partições na continuação da preparação do nosso cartão sd, seguem os comandos:

\> mkfs.vfat /dev/sdX1 (partição de boot)

 \> mkdir boot

 \> mount /dev/sdX1 boot

\> mkfs.ext4 /dev/sdX2

\> mkdir root

 \> mount /dev/sdX2 root

6- Faça o download do Arch Linux como usuário root , use o comando sudo su e :

\> wget http://os.archlinuxarm.org/os/ArchLinuxARM-rpi-2-latest.tar.gz

7- Descompacte o arquivo usando o bsdtar ou outro como o tar para o o diretório root que foi criado anteriormente.

\> bsdtar -xpf ArchLinuxARM-rpi-2-latest.tar.gz -C root

8- Sincronização

\> sync

9- Mover o diretório boot para a primeira partição

\> mv root/boot/* boot

10- Desmontar as duas partições

\> umount boot root

11- Insera o cartão SD no Raspberry Pi , conecte o cabo ethernet e aplica 5V de potência

Usuário = root        Senha = root

Usuário = alarm     Senha = alarm

Ps: Caso queira ler em inglês , todo esse tutorial pode ser encontrado aqui também no LINK

Galera esse é tutorial mais ou menos avançadinho e apenas trás a parte básica de instalação do Arch Linux no Raspberry Pi 2 & 3, na segunda parte vamos instalar e configurar o ambiente do Arch Linux.

 

 

Que tal nos encontrar no SeuTubo para ver dicas, tutoriais e Reviews de placas? Canal Sistemas Embarcados

Que tal na página do Facebook?

Ou Instagram?

Quem sabe Google Plus?

Que tal no Pinterest?

Ou talvez nos encontrar no Twitter para receber as ultimas noticias quentinhas: @SEmbarcados

E não esqueça que também tem o email, [email protected]

Conheça também nossos grupos do Facebook:

Forte abraço e até o próximo embarcado.

 

 

 

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud